Centro de Informação Europa Criativa

ir para conteudo

MEDIA European Co-development Documentários – Encontre um parceiro: Inscrições até 26 de Setembro

  • 28 de Setembro - sessão online de Matchmaking/Pitching dedicada a Documentários
  • Inscreva-se aqui até 26 de Setembro para assistir à sessão e integrar o catálogo

No âmbito da call European Co-development,  16 desks Europa Criativa organizam um conjunto de iniciativas para promoção de colaborações transnacionais. Já no dia 28 de Setembro terá lugar online uma sessão de Matchmaking/Pitching, com produtoras que pretendem candidatar-se enquanto líderes e procuram parceiros. A sessão terá lugar entre as 9h30 e as 12h.

Na sequência da sessão será divulgado um  catálogo digital de todas as entidades que participam na sessão (oradores e participantes) interessadas em estabelecer parcerias.

O catálogo digital de entidades interessadas em estabelecer parcerias será divulgado pela rede de Creative Europe Desks de todos os países participantes no Programa.

Inscrições para assistir à sessão e participar no catálogo de entidades que procuram parceiros : https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSflIoGguSLxCcLeQ93rAs_1dLG0Rv0S0BWNbEV7zLKyiNiFVQ/viewform

-Conheça mais sobre a call European Co-development : https://www.europacriativa.eu/media2/linhas-de-apoio/apoio-a-produtores/desenvolvimento-de-obras-audiovisuais/co-desenvolvimento-de-obras-audiovisuais
- Contacte o CIEC para futuras participações em acções de Matchmaking: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Enquadramento:

Creative Europe Desks de diferentes países (Áustria, Bélgica, Croácia, Dinamarca, França, Alemanha, Hungria, Irlanda, Itália, Polónia, Portugal, Roménia e Ucrânia)  propõem a potenciais candidatos que participem numa sessão de pitching virtual transnacional e integrem o catálogo de entidades disponíveis ara estabelecer parcerias

A acção/ linha de financiamento European Co-development visa estimular a cooperação transfronteiriça, a mobilidade e a inovação na criação e produção de obras audiovisuais europeias; Incentivar a colaboração entre os Estados-Membros com diferentes capacidades de produção audiovisual e cultivar talentos e competências.

Estado da call: Aberta
Deadline: 17 de Novembro, 16h (de Portugal continental)

Saiba mais sobre a call: Aqui

MEDIA European Co-development Documentários – Encontre um parceiro: Inscrições até 26 de Setembro

Sessão informativa online Europa Criativa - Cultura, 22 de Setembro

A convite do Europe Direct do Tâmega, Sousa e Alto Tâmega, o Centro de Informação Europa Criativa dará uma sessão informativa online intitulada "Apoios Europeus para o sector Cultural e Criativo", no dia 22 de Setembro às 18h30.
A sessão incidirá sobre a vertente Cultura que abrange todas as expressões artísticas à excepção do cinema e audiovisual (cobertos pela Vertente MEDIA). Será dado um particular relevo às linhas de financiamento que estão previstas abrir a finais de 2021/ princípio de 2022. 

Para ter acesso privilegiado à sessão e colocar questões, registe-se aqui. As inscrições terminam às 13h00 do dia 22 de Setembro.
Transmissão via WEBEX e também na página de Facebook do Europe Direct do Tâmega, Sousa e Alto Tâmega. A sessão será gravada e disponibilizada nesta mesma página.


***

Mais informação sobre a Vertente Cultura:

A Vertente Cultura cultura destina-se a co-financiar projectos nas áreas cultural e criativa e em todas as expressões artísticas (excepto projectos exclusivamente audiovisuais ou cinematográficos, os quais são apoiados através da Vertente MEDIA).

A vertente CULTURA compreende as seguintes acções:

  • Acções horizontais que abrangem todos os sectores culturais e criativos: apoio a projectos de cooperação cultural, a redes de organizações profissionais, a plataformas de promoção de artistas e de obras europeias e a um programa de mobilidade individual;
  • Apoio sectorial específico para complementar as acções horizontais nos sectores da música, dos livros e da edição, do património cultural e da arquitectura, entre outros sectores; 
  • Acções especiais destinadas a recompensar e a promover a excelência e a criatividade, como os prémios atribuídos nos domínios da literatura, da música, da arquitectura e do património cultural, as Capitais Europeias da Cultura e a Marca do Património Europeu.

As principais novidades da vertente CULTURA incluem:

  • Um acesso mais fácil ao financiamento do Programa Europa Criativa graças a taxas de co-financiamento mais elevadas;
  • Acções orientadas para as necessidades sectoriais nos domínios da música, da literatura, da arquitectura, do património cultural, do design, da moda e do turismo cultural;
  • Uma maior ênfase na criação transnacional europeia, na circulação de obras e na inovação nos sectores culturais e criativos;
  • Um programa de mobilidade personalizado para artistas e profissionais.
     

Entidades Elegíveis

São elegíveis às linhas de financiamento da Vertente Cultura entidades colectivas dos sectores cultural e criativo (pública ou privadas, com ou sem fins lucrativos).
Entidades que pretendam ser líderes de projecto devem ter existência legal de pelo menos 2 anos, à data de submissão da candidatura.

Europa Criativa no Summer CEmp, 30 agosto

Durante o Summer CEmp irá realizar-se uma sessão “Quem quer ser EUROnário?” no dia 30 de agosto entre as 14:00 e as 15:30, que pretende dar a conhecer a variedade de oportunidades de financiamento europeu que permite ao país e à UE dar o salto necessário estratégico de desenvolvimento, inovação e sustentabilidade. Esta sessão é uma conversa facilitada pela jornalista Joana Mateus, com os seguintes oradores – por ordem alfabética: Ana Cristina Neves – Horizonte Europa, Fernando Alfaiate- Recuperar PT; PRR, Filipe Almeida – PT Inovação Social/ FSE, Miguel Morgado – BEI, Susana Costa Pereira – Europa Criativa, Nuno Lacasta – LIFE, Nuno Mangas – COMPETE, Nuno Santos – AD Coesão. Deverá ser sublinhada a relevância e o papel de cada programa e como se complementam, assim como debater os desafios que existem, desfazer “mitos” e mobilizar os jovens a desenvolver projetos e a serem multiplicadores das oportunidades nas suas comunidades/redes.

Toda a informação aqui.

 

Circulação de obras literárias europeias - CALL ABERTA

| Prazo de submissão: 30.09.2021, às 17h (hora de Bruxelas)|

Com um orçamento de 5 milhões de euros, esta acção irá apoiar projectos que irão traduzir, publicar, distribuir e promover obras de ficção.

Prazo de submissão 30 de Setembro de 2021 (17:00 CET)
Anúncio dos resultados: Janeiro 2022
Porcentagem de co-financiamento: 60% (em todas as categorias de projectos)
Duração máximo dos projectos: 36 meses
Acesso directo ao documento da call (Guidelinesaqui

Objectivos e Prioridades

Os projectos seleccionados devem contribuir para as seguintes prioridades:
* Reforçar a circulação transnacional e a diversidade das obras literárias europeias, em particular apoiando a tradução das línguas minoritárias para inglês, alemão, francês, espanhol (castelhano) e italiano.
* Construir novos públicos para as obras literárias europeias, tanto dentro como fora da União Europeia.
* Reforçar a competitividade do sector do livro, fomentando a cooperação no âmbito da cadeia de valor do livro.

Cada projecto deve incluir um pacote mínimo de 5 obras literárias europeias, com as seguintes características:
* Contribuir para a diversidade da literatura no país (ou países) visado, incluindo obras de países sub-representados, especialmente obras escritas em línguas minoritárias.
* A estratégia de distribuição deve assegurar um acesso amplo e fácil às obras por parte do público em geral.
* A estratégia de promoção deve contribuir para o crescimento e renovação dos públicos-alvo das obras literárias europeias em tradução.
* Incentivar a colaboração entre autores, tradutores, editoras, distribuidores, livreiros, bibliotecários, festivais e eventos literários.
* Contribuir para a visibilidade dos tradutores e o respeito pela remuneração justa.
* Abordar prioridades transversais tais como inclusão, igualdade de género e impacto ambiental.

As obras elegíveis são:

* Obras em papel e em formato digital (e-books e audiobooks).
* Obras de ficção independentemente do género (romances, contos, teatro, peças de rádio, poesia, banda desenhada, literatura para jovens adultos, etc.).
* Não são elegíveis obras de não-ficção, por exemplo, autobiografias, biografias, ensaios de não-ficção, guias de viagem, obras de humanidades ou ciências sociais (história, filosofia, economia, etc.) e obras relacionadas com outras ciências (física, matemática, etc.).
* Os trabalhos devem ter sido previamente publicados.
* As obras devem ser escritas por autores nacionais ou residentes reconhecidos como fazendo parte do património literário de um país elegível.
* Os trabalhos não devem já ter sido traduzidos para a língua de destino, a menos que uma nova tradução seja considerada absolutamente necessária.
* Recomenda-se a inclusão de títulos que tenham sido galardoados com o Prémio da UE para a Literatura.

Actividades elegíveis: 
* Para além das actividades de tradução, promoção e distribuição, os projectos podem também incluir actividades de exportação business-to-business para ajudar a promover a venda de direitos de tradução na Europa e fora dela.

Entidades elegíveis
Estas subvencões destinam-se a editoras e outras organizações do sector do livro e da edição com um historial de pelo menos 2 anos na data de encerramento do concurso. Os candidatos devem ter estatuto legal e estar estabelecidos num dos países participantes do programa Europa Criativa - Cultura. 

São elegíveis para candidatura ao Programa Europa Criativa entidades dos seguintes países :

  • Membros da UE
  • Países Associados
    • Candidatos a membros UE
    • Países EFTA (Islândia e Noruega)
    • Outros países associados ao Programa Europa Criativa; e/ou países que estão em negociações para um acordo de associação desde que o acordo entre em vigor antes da assinatura da subvenção.

⇒ Consulte a Lista de Países que já manifestaram interesse em se associar, e cuja participação no actual Programa depende de assinatura de acordo.
⇒ NOTA! Reforçamos que a participação dos países associados no Programa depende da assinatura de contrato entre estes e a Comissão Europeia. Tal significa apesar dos países que já manifestaram interesse em se associar  serem elegíveis em sede de candidatura, caso o acordo não seja assinado à data de divulgação dos resultados, as entidades não serão elegíveis.


Categorias de projectos:
As propostas podem ser apresentadas quer individualmente (categoria 1) quer através de um consórcio de pelo menos duas organizações (categoria 2).
Existem três categorias de projectos de acordo com a sua dimensão:

* pequena escala: projectos que propõem a tradução de até 10 livros diferentes podem receber até 100.000 euros;
* média escala: projectos que propõem a tradução de até 20 livros diferentes podem receber até 200.000 euros;
* grande escala: projectos que propõem a tradução de pelo menos 21 livros diferentes podem receber até 300.000 euros.

O orçamento total atribuído ao concurso é de 5.000.000 euros e está previsto o financiamento de cerca de 40 projectos. A fim de assegurar uma representação adequada, 30% da dotação total será reservada para projectos de menor escala, 40% para projectos de média escala e 30% para projectos de maior escala.

A taxa de co-financiamento é de 60% e a duração máxima do projecto é de 36 meses.


Para submeter uma candidatura:

Todo o processo de candidatura realiza-se no portal "Funding and Tenders", onde consta toda a informação relativa à convocatória. Aceder aqui

A submissão é um processo de 2 etapas:
a) criar uma conta de utilizador aqui e registar a sua organização aqui
Uma vez que tenha uma conta EULogin, pode registar a sua organização no Registo de Participantes. Quando a sua inscrição estiver finalizada, receberá um código de identificação de participante (PIC) de 9 dígitos.

b) Submeter a proposta
Todas as candidaturas são feitas digitalmente através do Portal "Funding and Tenders". 
Ao tratar-se de uma nova plataforma, aconselhamos vivamente a sessão de formação dirigida pela Comissão Europeia e disponível aqui.

Nota importante: Esta informação é um resumo muito resumido, pelo que não dispensa a leitura atenta da call document bem como dos outros documentos inerentes à candidatura.
Para esclarecimento de dúvidas e apoio nas candidaturas, por favor contactar Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou +351 21 3230896.

 

 
 

 

Encontre um parceiro - calls Europa Criativa Cultura 2021

Data da última actualização: 30.08.2021

| Pesquisas: Alemanha, Finlândia, República Checa, Itália, Eslovénia, Dinamarca, França, Sérvia, Espanha, Letónia, Roménia, Grécia, Hungria, Polónia e Croácia |

Na sequência da continuidade do Europa Criativa no quadro 2021-2027, disponibilizamos a listagem de entidades internacionais que procuram parceiros, que vamos recebendo dos nossos colegas dos Creative Europe Desks. As pesquisas disponíveis têm especialmente em vista a linha de financiamento "Projectos de Cooperação Europeia". 

Consulte toda a informação aqui

A informação disponibilizada é da inteira responsabilidade das entidades que os assinam. Os Desks apenas servem de veículo de divulgação de informação. 
Os contactos deverão ser estabelecidos directamente entre as entidades interessadas.

 

 
 

Subcategorias